Archive for the 'SaaS' Category

Falando em DRP – Disaster Recovery Plan

Vamos falar um pouco sobre esse tema ainda pouco adotado em empresas no Brasil.
Inicando com um descritivo do Wikipedia:
plano de recuperação de desastres é composto, por cenários e procedimentos, que deverão ser aplicados sempre que ocorrer uma falha devido a alguma inconsistência provocada em virtude de ameaças como incêndios, inundações, vandalismo, sabotagem ou falhas de tecnologia.

É conhecido como DRP – disaster recovery plan, os planos normalmente são desenvolvidos pelos gestores de ativos, muitas vezes por exigências de regulamentações internacionais como a lei Sarbanes-OxleyBacen 3380ISO 27000, ou devido a exigências de acionistas ou do próprio negócio.

Geralmente é composto de três fases

  • Programa de Administração de Crise
Plano desenvolvido em conjunto, com definição de atividade, pessoas, dados lógicos e físicos
  • Plano de Continuidade Operacional
Possui diretivas do que fazer em cada operação em caso de desastres
  • Plano de Recuperação de Desastres
É a aplicação na prática do plano de continuidade operacional

disaster-recovery-plan-2

Bem, essa é uma definição curta porém muito completa sobre uma abordagem geral do DRP.
Aqui colocarei diversos temas relacionados a isso e a vivência que passo nas empresas e devido a isso tentarei não criar artigos extensos e cansativos.
Existem 5 Etapas a serem seguidas para elaboração de um DRP, são elas:
* Analisar seu Negócio
* Avaliar os Riscos
* Desenvolver um Estratégia
* Desenvolver um Plano
* Ensaiar o Plano
Futuramente irei extratificar todos esses pontos em um Artigo separado.
Outro artigo que será extratificado futuramente serão os 6 modelos de Sites de DR segundo a CISSP:
* Hot Site
* Warm Site
* Cold Site
* Mobiles Sites
* Multiple Processing center
* Remote work arrangements
Bem, espero que tenham gostado da Introdução ao assunto que é bem amplo.
Até a próxima!

Projetos, palestras e muita correria!

Bom dia, pessoal!

Faz quase 2 semanas que não insiro um post por aqui. Mas não se trata de falta de conteúdo e sim tempo. Estou ocupado com os projetos da minha empresa onde temos um longo estudo antes de começar a desenvolver o sistema do cliente. Não, não sou líder do projeto atuando como programador. Apenas ajudo a gerenciar todo projeto e os estudos realizados. Por se tratar da minha empresa é inevitável que tenha que ajudar a programar. Apesar de não ser expert no assunto (PHP/MySQL/Cake Framework).  

Como disse, tenho muitos assuntos para colocar aqui, venho prometendo um VideoCast (que tentarei fazer esse final-de-semana), mas sem usar muitos recursos. Apenas a própria webcam do EEEPC, e olhe lá. 😛 Tudo nessa vida tem um começo.

Ontem fui assistir uma palestra de dois “mentores” no assunto web, segundo minha opinião. Principalmente quando se fala em WEB 2.0. (Já sei, Elcio, isso é só marketing). São eles: Elcio e Tableless (creio que seu nome seja Diego, não sei ao certo pois realmente o cara tem uma pinta de sério e não paravam de mexer em seu iPhone e MacBook – Diego, particularmente ODEIO o iPhone… mas o MacBook sou fã).

A palestra foi sobre WEB 2.0 promovida pelo SENAC e com a presença de palestrantes da empresa VISIE. Eles mostraram algumas ferramentas que possuem atualmente destaque na web como o Universo Google; mostraram também as tendências do futuro. (Apresentação em slides da palestra).

Realmente o assunto internet que vemos hoje ainda é muito cru. Como o próprio Elcio citou: “sempre tivemos as ferramentas, só não sabiamos como utilizá-las da melhor forma possível. Hoje acredito que realmente a internet muda a cada dia. Hoje em dia conseguimos fazer quase tudo na web, algumas coisas ainda não tão utilizadas pelos brasileiros devido ao preço caríssimo e incrível da internet banda larga”.

Comentarei oportunamente mais detalhes da palestra, mas não hoje senão ficaria realmente enorme o post. O que achei muito interessante (e o que sempre admiro em pessoas muito ligadas a web), é o fato de utilizarem muitos recursos que sabemos que existe mas não vemos tanta funcionalidade. O Elcio utiliza ativamente ferramentas como Twitter (foi assim que soube do curso), Del.icio.us, Blog, Flickr, “Me Adiciona”, entre outras.

Quem tiver a oportunidade de ver uma palestra deles, considero altamente recomendável. Penso que muitas pessoas deveriam ouvir o que se tornará tendência em muito breve.

Um Forte abraço.

P.S.1: Tirei uma foto de longe e filmei um pouco da palestra. Eles parecem não gostar muito dessas coisas… Mas uma coisa que me deixou incrívelmente feliz foi ver o Elcio clicando no “follow” no Twitter para LEOGRILO (particularmente acho isso muito importante: pessoas que tenho como mitos, me seguindo no Twitter).

P.S.2: Para me acompanhar mais de perto: twitter.com/leogrilo

P.S.3: Site da minha empresa, ainda passando por reformulações: http://www.trilogic.com.br

Leituras do Final de Semana…

Olá mais uma vez a todos…

Ontem comprei algumas revistas para meu crescimento profissional… Comprei o especial da INFO sobre NOTEBOOKs….Especial de Sites 2.0….Você S/A e exame.

Adoro artigos web… blogs… mas também adoro revistas…

Li algumas coisas da Sites 2.0 que por sinal parece ser fantástica.. e a dos notebooks…. legalzinha.. eehhe tem vários modelos de notes… se não me engano 30 modelos com a analises deles… dentre eles.. meu novo filho… Asus EEE PC…. de todos modelos… como Mac Book Pro…. Sony….. LG… umas das melhores avaliações técnicas é do meu pequeno(8,3).. e o melhor custo benefício de todos(8,9)….então… mais uma vez fico mais feliz de ter comprado meu pequeno…

Levando em consideração os ultraportateis da listagem, com baterias de pouco tempo de funcionamento… já não considero portateis… pois como o Modelo E200 da LG que dura 60 Minutos… isso é ríduculo… não consigo nem montar um post para meu blog nesse tempo…imagina mostrar uma apresentação em um cliente… sem chances…..E por ai vai…o U6S da Asus com apenas 45 minutos de duração…. o melhorzinho é o 11NB9504 da Philips. que dura fantásticos 135 MIN… então considero ele apenas pequeno… mas não portatil.. pois para andar com um carregador na bolsa… mochila e afins não posso considerar isso..

E recomendo a todos que curtem WEB 2.0 e Notes, comprarem esses especiais da info… vale a pena.. é uma ótima leitura…

Desculpem pelo post meio supérfulo….mas… final de semana eu procuro me desligar um pouco da tecnologia… 🙂

Asus EEE PC – 20gb e 12 GB – tela de 9″

Olá a todos os leitores…. hoje vou colocar minha posição sobre os novos EEEpc’s que a asus esta lançando.

Vamos Primeiro compararmos os Tamanhos… depois vamos aos diferenciais….e de final irei falar minha opinião…

Na Direita temos o primeiro lançado… EEE 710 e do lado EEE 900


EEE 710

Imagem “roubada” do review feito pelo site: www.infowester.com.


EEE 900

Diferenças:

ASUS Eee900 PC 20G (8.9″ Screen, 900 MHz Intel Mobile CPU, 1 GB RAM, 20 GB Solid State Drive, Linux Preloaded) Pearl White

ASUS Eee710 PC 4G (7″ Screen, 900 MHz Intel Mobile CPU, 512 GB RAM, 4 GB Solid State Drive, Linux Preloaded) Pearl White

Conectividade:

Location 701 signal 900 signal
Study (next to router) 100% 100%
Kitchen 81% 45%
Lounge 97% 81%
Playroom 80% 0%
Lounge 97% 81%
Outdoor 1 85% 0%
Outdoor 2 22% 0%

Meu Ponto de vista:

Eu sinceramente não gostei muito da idéia… não é porque eu comprei esse e quero defender… esse computador foi feito pela mobilidade… e já estão querendo ampliar denovo?? Um note que tinha o propósito de ser para deixar totalmente WEB… já estão querendo mudar o perfil para o antigo… que era ter um note como um computador.. onde você deixa tudo nele mesmo. Qual a graça? qual vantagem?? como pudemos ver na tabela assim ele pega menos sinal que esse… então estão evoluindo ou regredindo? eu não troco o meu por nada… muito móvel.. tamanho agradavél… e deixo todos documentos.. fotos… e arquivos na web ou em meu pendrive…. agora pegar um computador..mais(pouca coisa maior na tela) que tem mais peso…. e menos sinal wireless? não..obrigado.. fico com o 710… ele esta mais próximo do que considero o futuro na internet. Se quisessem mudar algo… poderiam diminuir as caixinhas de som dele e aumentar a tela.. sem mecher no peso.. e na rede wireless… agora HD pra mim?/ isso não  me pertence mais..isso é passado….pelo menos esse é meu ponto de vista.

Abraço a todos….

Google lança ferramenta de migração de e-mails do Outlook para o GMail

Bem.. é o que eu já relatei em outros posts…. SaaS é tendência embora muitos falem que não… na minha opinião essa iniciativa do google vem a ser isso… tbm bem.. eles não cobram….. mas… muitas empresas fazem serviços dessa forma e de forma personalizada….acho que o futuro do google é você usa-lo como um SO Web… eu uso GMAIL.. não nego… e desde de que comecei a usa-lo nunca mais mudei… quem usa frequentemente sabe que é uma ferramente que sempre passa pro atualizações e cada vez mais centraliza a quem usar ele dispensar o OE. Para ser sincero só uso Cliente de Email para emails empresariais.. pois hoje meu pessoal GMAIL e meu email de projetos pessoas dispensam completamente o CLient. Agora minha próxima meta é deixar de usar Pacote Office(embora use Open SOurce) para usar um WEB. Ou Google… ou Zoho… estou pensando…e estou bolando um post sobre SO web…que graças a informações de um Argetino Fantástico irei mostrar um site free com um de DEMO. Agora abaixo.. fiquem com a notícia na integra..

“Aumenta a briga pelo mercado de aplicativos de escritórios. Um dos problemas enfrentados pelos novos participantes neste jogo é a dominância da Microsoft. Assim, quem entra precisa criar mecanismos de adaptação do legado das pessoas físicas e empresas, sem o que ninguém vai adotar a nova plataforma.É isto que a Google está fazendo agora. Disponibilizou ontem um API, que permite aos desenvolvedores migrar os e-mails do Microsoft Outlook para o GMail. Quem já teve que transferir um a um, para fazer cópia, sabe o trabalho que dá. Agora, com este API, o trabalho será automático e dará uma arma muito importante à Google na luta pela disseminação do Google Apps.

Alguns parceiros da Google já usaram a ferramenta e parece que os resultados são satisfatórios. A LimitNone, uma empresa de Chicago, especializada em implantação de Google Apps, construiu um aplicativo, o gMove, que permite não apenas migrar e-mails, mas também contatos, tarefas e calendários do Microsoft Outlook para as ferramentas Google Apps.

Esta guerra ainda está apenas no começo. Ficamos agora esperando uma ferramenta de fácil uso para as pessoas físicas não ligadas às empresas, que adotam o Google Apps, que faça esta toda esta migração e também a migração de textos e planilhas gravadas em nosso HD de forma automática.

Parece ser este o caminho natural.”

fonte: googlediscovery

Veja como trabalhar na internet com três pacotes corporativos online

Eu uso e recomendo. SaaS(Software como Serviço – My job).Esqueça instalações. Os pacotes Google Docs, Zoho e ThinkFree já oferecem edições de textos, planilhas e apresentações dentro do browser.

Google Docs

Em agosto de 2006, o Google ainda estava longe de ameaçar a supremacia da Microsoft e seu pacote Office com seu simples Google SpreadSheets.

Pouco mais de um ano depois, o buscador não apenas abriu acesso ao antigo Writely como também introduziu uma ferramenta de apresentações chamada de Presentations e formou seu Google Docs, concorrente direto do Office, da Microsoft.

Além de uma interface limpa que permite acesso até mesmo a usuários de conexões dial-up, o Google Docs organiza documentos em pastas ou tags e permite que usuários cadastrados no serviço tenham acesso aos documentos.

A ferramenta de edição de textos herdada do Writely apresenta funções básicas no clique do botão direito do mouse, pode ser sofisticada com tabelas e imagens adicionadas na aba “Inserir” e compara versões antigas do texto, em função similar à usada pela tecnologia wiki e extremamente útil para textos coletivos.

Já o Presentations ainda apresenta funções bastante básicas, como acrescentar novos slides e formatar tabelas, imagens e links dentro dos slides presentes, além da possibilidade de reproduzi-los em uma apresentação em tela cheia dentro do próprio navegador.

Think Free

Se a Microsoft está começando a colocar seu pacote Office na internet para aproveitar a popularidade do primeiro, o Think Office vai na corrente contrária – é com suas funções online que o projeto pretende popularizar seu software.

E, baseado nas semelhanças que o ThinkFree Office guarda com o pacote corporativo da Microsoft, as chances de que o serviço online encontre um nicho de usuários é grande.

O ThinkFree oferece criação e edição de textos, planilhas e apresentações a partir de uma interface que exige bastante do micro, principalmente pelo uso da plataforma Java.

Problemas de compatibilidade do Java atrapalharam o uso do ThinkFree em alguns testes feitos pelo IDG Now!, principalmente quanto à agilidade do serviço – mesmo quando carregava, o ThinkFree demorava alguns bons minutos até que a digitação fosse reproduzida na tela em tempo real.

Vale lembrar, porém, que a interface dos editores é extremamente fiel ao software para desktop, com barras laterais e menus detalhados praticamente idênticos ao Microsoft Office, o que implica em maior processamento do PC.

Zoho

Ao mesmo tempo em que o Google lançou novos aplicativos online, o Zoho, um dos primeiros softwares corporativos oferecidos pela internet, também acrescentou novas funções ao seu portfólio.

Além da tríade “textos-planilhas-apresentações” de Google Docs e Think Free, o Zoho oferece também serviço online para registro de notas, conferência online, wiki e chats. O pioneirismo do Zoho fica evidente no acúmulo de funções e na agilidade dos serviços, principalmente nos de edição de textos, planilhas e apresentações.

No Zoho Writer é possível, além de formatar tabelas e links e monitorar alterações, criar páginas a partir da função de HTML e blogar o texto direto para seu blog por meio da função “Publish”. Outra novidade ainda inexistente na concorrência é o modo offline – ao abrir uma janela para editar um texto, é possível continuar a edição mesmo que não haja conexão à internet.

No Zoho Sheet, a inspiração no Excel, sugerida pelo mesmo tom de verde usado pelo aplicativo da Microsoft, é comprovada nas abas oferecidas no canto inferior da interface e na disposição idêntica dos botões para inserção de conteúdos, como cálculos, funções e gráficos.

O Zoho Show, no sentido contrário, não lembra em nada o PowerPoint e isto é um elogio já que não se limita aos menus e janelas tão quadradas do software da Microsoft e aproveita muito bem a tela do navegador com comandos flutuando ao lado esquerdo e sua lista de slides no lado oposto.

Fonte: IDGNow


maio 2021
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Siga-nos